Pular para o conteúdo principal

Olá queridos Leitores




Venho dar uma notícia bem atual.




Trabalho numa escola de adultos e fui acometido com uma situação bem nova.




Gostaria então de dar testemunho.




Um aluno estava com muitas faltas e então perguntei o motivo ele então revelara que tinha síndrome do pânico e estava com medo de assistir as aulas sozinho.




Propus a ele que fizesse uma acompanhameno com especialista. Mas que no momento ele trouxesse alguém para estar junto deel na sala de aula. Alguém em que ele sentisse segurança.




Ele resolveu momentaniamente a situação, está trazendo sua irmã para participar das aulas com ele.




Foi a forma que achei de ajuda lo a resolver essa situação.




Se você passar por algo parecido, ou souber de alguém que passe.




Ajude, procure ajuda.




Deixe seu comentario aqui.

Comentários

  1. Gostei muito das reflexões de vocês. Partilho o site de um programa que muito tem me ensinado e ajudado a compreender melhor a vida, www.deolhonomundo.com. Espero que gostem. Abçs.

    ResponderExcluir
  2. WOW! Eu só tenho um livre de códigos Xbox Live em http://mscodes.info/

    ResponderExcluir
  3. tive sindrome do panico, após ter depressão desde criança e agora o tal chamado bulling. isto era a minha infancia: o buling. porém, anão adianta a falação sobre o assunto. as pessoas são más e cruéis - as que praticam essas coisas. elas não mudam. hj não acredito mais em mim. não falo com ninguém;não tenho amigos. se acordo pela manhã tento entender até quando e porque.
    tentei entrar em salas de papo, mas o que encontro é um monte de mentes quase vazias e cheias de pornografia e palavrões... tenho medo do futuro das pessoas com esse mal. o estado dá direito a gente a consulta de 2 a 3 meses por vez e eu preciso de acompanhamento todo dia. dizem que 45% da população está assim... daqui a 50 anos se ninguém fizer nada, não haverá mão de obra nas ruas, só dentro de casa.

    ResponderExcluir
  4. Este livro vai ajudar a entender a mente humana.

    http://www.conheasuamenteeconquisteseussonhos.vai.la

    ResponderExcluir
  5. gostaria de ser ajudada. grata.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Essa postagem,te ajudou?

Postagens mais visitadas deste blog

COMO SOBREVIVER A PERDA DE UM AMOR...

Como sobreviver à perda de um amor, seja a morte de uma pessoa querida,
o fim de um relacionamento, a perda da juventude, da saúde, de um emprego, de um ideal.
Ao enfrentar uma perda, o corpo sofre o mesmo processo que um ferimento físico.
Precisamos aceitar esse processo, confiar nele e ter certeza de que a dor vai passar e,
quando passar, nós seremos mais fortes, felizes, sensíveis e conscientes.
Tudo tem seu tempo:
E há tempo para tudo sob o céu.
Há tempo de nascer e tempo de morrer.
Há tempo de plantar e tempo de colher o que se plantou.
Há tempo de matar e tempo de curar.
Há tempo de destruir e tempo de construir.
Há tempo de chorar e tempo de rir.
Há tempo de lastimar e tempo de dançar.
Há tempo de espalhar pedras e tempo de juntá-las.
Há tempo de dar abraços e tempo de conter-se.
Há tempo de adquirir e tempo de perder.
Há tempo de guardar e tempo de lançar fora.
Há tempo de rasgar e tempo de costurar.
Há tempo de calar e tempo de falar.
Há tempo de amar e tempo de odiar.
Há tempo de guerra e tem…

Depressão

Ninguém dá bola para a depressãoPOR GABRIEL ALVESNo post de hoje do Cadê a Cura? trago um texto de uma amiga, Tati Oshiro, que relata suas experiências e impressões sobre a depressão.  Certamente não são poucos os nossos amigos e familiares que sofrem calados com a doença. O relato da Tati, com uma linguagem forte e natural,  pode ajudar quem nunca teve um contato tão próximo com a doença a entender um pouquinho desse mundo do ponto de vista de quem mais sofre –o doente.Trintei na depressão, por Tati Oshiro*Fui diagnosticada na época em que meus amigos estavam dando grandes passos em suas vidas e seguindo em frente. De certa forma, eu sei que fiquei pra trás. Às vezes eu me sinto meio esquecida, sabe? Na verdade, às vezes, eu mesma me esqueço.Assim que eu fui diagnosticada, muitos dos meus amigos estavam comprando apartamentos, noivando, casando. Enquanto eu era hospitalizada (as primeiras vezes),eles estavam tendo seus primeiros filhos. Carreiras iam em frente, mais bebês nasciam e e…

Depre...

Ter depressão não é bonito. Dormir mais de 12 horas por dia não é bonito. Não ter vontade de levantar não é bacana. Chorar muito e sem motivo não é drama. Não ter capacidade de fazer aquilo que você mais gosta não é legal. Se sentir incapaz e não se reconhecer é terrível. Ter maus pensamentos e perder a vontade de viver é doloroso. Sentir a vida passar enquanto a sua ta parada é cruel. Viver trancado dentro de si é viver em meio a sombras. Cansar de viver e passar apenas a existir.
Se você conhece alguém ou já teve depressão copie e cole no seu mural para as pessoas entenderem que depressão é coisa séria e não mera frescura.
Isso é muito sério!