Pular para o conteúdo principal

Leia isso

Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam.
Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro?
E não temos essa coisa completa.

Às vezes ela é fiel, mas é devagar na cama.
Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.
Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.
Às vezes ela é muito bonita, mas não é sensível.
Tudo junto, não vamos encontrar.

Perceba qual o aspecto mais importante para você e invista nele.
Pele é um bicho traiçoeiro. Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia.

E às vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona...
Acho que o beijo é importante... e se o beijo bate... se joga... se não bate... mais um Martini, por favor... e vá dar uma volta.

Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra. O outro tem o direito de não te querer.

Não brigue, não ligue, não dê pití. Se a pessoa tá com dúvidas, problema dela, cabe a você esperar... ou não.

Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.
O ser humano não é absoluto.

Ele titubeia, tem dúvidas e medos, mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta. Nada de drama.
Que graça tem alguém do seu lado sob pressão?

O legal é alguém que está com você, só por você. E vice-versa. Não fique com alguém por pena. Ou por medo da solidão. Nascemos sós. Morremos sós.

Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado. E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento.

Tem gente que pula de um romance para o outro. Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia?

Gostar dói. Muitas vezes você vai sentir raiva, ciúmes, ódio, frustração... Faz parte. Você convive com outro ser, um outro mundo, um outro universo.

E nem sempre as coisas são como você gostaria que fosse... A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.

Se alguém vier com este papo, corra, afinal você não é terapeuta. Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível.

Na vida e no amor, não temos garantias.
Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar. Nem todo beijo é para romancear.
E nem todo sexo bom é para descartar... ou se apaixonar... ou se culpar...

Enfim...quem disse que ser adulto é fácil ????

Arnaldo Jabor

Comentários

  1. realmente, também acredito na soma de inteiros do que tentar achara chave para sua fechadura. Se você ficar dependendo do outro para enfim ser feliz vai estar sempre na dependêcia de que o outro corresponda às suas expectativas e vai virar super controlador e inseguro.
    Quando já se é inteiro, podemos ser fiéis à nós mesmos, autênticos pois não se corre o risco de perder a "sua cara-metade "! A vida do casal se torna sempre mais rica, com constantes trocas e despertar.

    " Em um mundo onde se pode ser tudo o que se deseja, SEJA VOCÊ MESMO!".

    ResponderExcluir
  2. Realmente ser feliz antes de qualquer coisa é fundamental. A felicidade de encontrar um amor é um complemento a sua própria felicidade e amor. é isso, abraços Cheferson

    http://www.blog.sotemriqueza.com
    http://www.aprosperidade.com

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito do texto, tem aqueles dias que estamos meio perdidos, sem direção, de mal com a vida com a gente mesmo, e sem dúvidas que são momentos delicados aonde mensagens de auto estima faz toda a diferença, mas somos humanos e por mais que não queremos depender de alguém, isso sempre acontece, falar é fácil, filosofar é lindo, difícil é vivenciar o fato, está de posse da realidade, e dela sair com a mesma facilidade com que se fala. Sem dúvida que tudo é mais fácil quando dependemos de nós mesmos, e deixamos de ser refém de sentimentos destrutivos, mas até chegarmos a está consciência o corpo já sofreu tanto que em muitos casos se tornam uma fortaleza e com isso se fecham para novas oportunidades. Mas enfim, o texto diz muito do que eu gostaria de ouvir.

    ResponderExcluir
  4. Seu Arnaldo, ó nóis aqui, estamos de olho no senhor, não queremos perder um grande cineasta, KKKK!

    Que texto maravilhoso, seu Arnaldo, realmente o Sr. é um grande artista, escritor escreve muito bem, portanto sai dessa de criticar "barbudo", PT, o Sr. vale mais que todos eles juntos, parece que eles são incapazes de escrever algo tão útil e bonito. Quer pegar eles, faça-o com seus filmes. Eu tb. ia fazer uma "lenha" , ia matar , pelos menos uns 25 bandidos da Yakusa, em SP, mas meu saudoso pai, destruiu todas as minhas armas e disse-me, você não vai destruir sua vida com essa loucura, vai pegá-lo com sua caneta, segui o conselho dele e realmente os "bodões" , uns fugiram, outros foram presos e eu estou muito bem. Sempre seu velho amigo Cilço

    ResponderExcluir
  5. Também preciso de ajuda, mas o texto destina-se a ajudar um grande ser-humano, um grande artista de cuja obra não podemos nos privar. Ele tem talento e pode fazer muito por todos nós!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Essa postagem,te ajudou?

Postagens mais visitadas deste blog

COMO SOBREVIVER A PERDA DE UM AMOR...

Como sobreviver à perda de um amor, seja a morte de uma pessoa querida,
o fim de um relacionamento, a perda da juventude, da saúde, de um emprego, de um ideal.
Ao enfrentar uma perda, o corpo sofre o mesmo processo que um ferimento físico.
Precisamos aceitar esse processo, confiar nele e ter certeza de que a dor vai passar e,
quando passar, nós seremos mais fortes, felizes, sensíveis e conscientes.
Tudo tem seu tempo:
E há tempo para tudo sob o céu.
Há tempo de nascer e tempo de morrer.
Há tempo de plantar e tempo de colher o que se plantou.
Há tempo de matar e tempo de curar.
Há tempo de destruir e tempo de construir.
Há tempo de chorar e tempo de rir.
Há tempo de lastimar e tempo de dançar.
Há tempo de espalhar pedras e tempo de juntá-las.
Há tempo de dar abraços e tempo de conter-se.
Há tempo de adquirir e tempo de perder.
Há tempo de guardar e tempo de lançar fora.
Há tempo de rasgar e tempo de costurar.
Há tempo de calar e tempo de falar.
Há tempo de amar e tempo de odiar.
Há tempo de guerra e tem…

Depressão

Ninguém dá bola para a depressãoPOR GABRIEL ALVESNo post de hoje do Cadê a Cura? trago um texto de uma amiga, Tati Oshiro, que relata suas experiências e impressões sobre a depressão.  Certamente não são poucos os nossos amigos e familiares que sofrem calados com a doença. O relato da Tati, com uma linguagem forte e natural,  pode ajudar quem nunca teve um contato tão próximo com a doença a entender um pouquinho desse mundo do ponto de vista de quem mais sofre –o doente.Trintei na depressão, por Tati Oshiro*Fui diagnosticada na época em que meus amigos estavam dando grandes passos em suas vidas e seguindo em frente. De certa forma, eu sei que fiquei pra trás. Às vezes eu me sinto meio esquecida, sabe? Na verdade, às vezes, eu mesma me esqueço.Assim que eu fui diagnosticada, muitos dos meus amigos estavam comprando apartamentos, noivando, casando. Enquanto eu era hospitalizada (as primeiras vezes),eles estavam tendo seus primeiros filhos. Carreiras iam em frente, mais bebês nasciam e e…

Depre...

Ter depressão não é bonito. Dormir mais de 12 horas por dia não é bonito. Não ter vontade de levantar não é bacana. Chorar muito e sem motivo não é drama. Não ter capacidade de fazer aquilo que você mais gosta não é legal. Se sentir incapaz e não se reconhecer é terrível. Ter maus pensamentos e perder a vontade de viver é doloroso. Sentir a vida passar enquanto a sua ta parada é cruel. Viver trancado dentro de si é viver em meio a sombras. Cansar de viver e passar apenas a existir.
Se você conhece alguém ou já teve depressão copie e cole no seu mural para as pessoas entenderem que depressão é coisa séria e não mera frescura.
Isso é muito sério!