Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2016

Depressão

Ninguém dá bola para a depressãoPOR GABRIEL ALVESNo post de hoje do Cadê a Cura? trago um texto de uma amiga, Tati Oshiro, que relata suas experiências e impressões sobre a depressão.  Certamente não são poucos os nossos amigos e familiares que sofrem calados com a doença. O relato da Tati, com uma linguagem forte e natural,  pode ajudar quem nunca teve um contato tão próximo com a doença a entender um pouquinho desse mundo do ponto de vista de quem mais sofre –o doente.Trintei na depressão, por Tati Oshiro*Fui diagnosticada na época em que meus amigos estavam dando grandes passos em suas vidas e seguindo em frente. De certa forma, eu sei que fiquei pra trás. Às vezes eu me sinto meio esquecida, sabe? Na verdade, às vezes, eu mesma me esqueço.Assim que eu fui diagnosticada, muitos dos meus amigos estavam comprando apartamentos, noivando, casando. Enquanto eu era hospitalizada (as primeiras vezes),eles estavam tendo seus primeiros filhos. Carreiras iam em frente, mais bebês nasciam e e…

O amor, e a paciência

Encontrar o amor não é tão difícil, se comparado à árdua tarefa que consiste em mantermos acesa a chama afetiva que nos mantém juntos de quem amamos. Após o encontro amoroso, afinal, existe um longo caminho a ser percorrido, para que os sentimentos se fortaleçam e tornem a jornada conjunta repleta de cumplicidade e admiração mútua.As pessoas vêm de universos diferentes, passaram por vivências próprias, sobreviveram a tempestades únicas e, de repente, precisam confrontar tudo o que são com alguém de fora, tentando harmonizar perspectivas na maioria das vezes dissonantes e distantes, em favor da necessidade de amarem e serem amadas. A paixão chega, arrebata e nos lança ao encontro de um mundo outro, no qual mergulharemos às cegas, a fim de saciarmos a fome de amor que é tão nossa.A convivência diária não é fácil, uma vez que o tempo nos mostra e nos desnuda em tudo o que somos, da mesma forma nos trazendo as verdades de quem está ali ao nosso lado, mesmo aquelas que nos incomodam. Infel…

Depre...

Ter depressão não é bonito. Dormir mais de 12 horas por dia não é bonito. Não ter vontade de levantar não é bacana. Chorar muito e sem motivo não é drama. Não ter capacidade de fazer aquilo que você mais gosta não é legal. Se sentir incapaz e não se reconhecer é terrível. Ter maus pensamentos e perder a vontade de viver é doloroso. Sentir a vida passar enquanto a sua ta parada é cruel. Viver trancado dentro de si é viver em meio a sombras. Cansar de viver e passar apenas a existir.
Se você conhece alguém ou já teve depressão copie e cole no seu mural para as pessoas entenderem que depressão é coisa séria e não mera frescura.
Isso é muito sério!

Depressão...

Ter depressão não é bonito. Dormir mais de 12 horas por dia não é bonito. Não ter vontade de levantar não é bacana. Chorar muito e sem motivo não é drama. Não ter capacidade de fazer aquilo que você mais gosta não é legal. Se sentir incapaz e não se reconhecer é terrível. Ter maus pensamentos e perder a vontade de viver é doloroso. Sentir a vida passar enquanto a sua ta parada é cruel. Viver trancado dentro de si é viver em meio a sombras. Cansar de viver e passar apenas a existir.
Se você conhece alguém ou já teve depressão copie e cole no seu mural para as pessoas entenderem que depressão é coisa séria e não mera frescura."
Texto: Alexandre Pantaleão

Como tirar o sexo da mesmice.

Os dias de transa enlouquecedora acabaram e sobrou só aquele sexozinho semiobrigatório? Isso tem soluçãoPor: Redação VIP as 5:01 pm em 27/07/2016O sexo entre vocês costumava ser incrível: toda hora era hora, e qualquer lugar servia. Mas, de uns tempos para cá, amornou. Ficou quase compulsório. Aquela coisa de sábado-à-noite-tenho-que-transar-opa-acabou-vou-dormir-dever-cumprido. Pois saiba que essa história de o nosso tesão diminuir com o tempo é culpa da antropologia.Há milhões de anos, pouco depois de os chimpanzés virarem gente, a natureza criou um mecanismo cerebral para estabelecer vínculos entre homens e mulheres, alimentado por dois hormônios (ocitocina, no caso das mulheres, e vasopressina para os homens). Ele surgiu para que quiséssemos ficar juntos, constituir família e cuidar dos filhotes que vinham dessa relação. Essa calma e segurança que o companheirismo traz é boa: faz a vida do homem aumentar em sete anos. Só que diminui a secreção de testosterona, o hormônio sexual ma…

Te amo...

Eu gosto de ao deitar sobre seu seio, ouvir seu coração.
Gosto de estar bem perto, sentir seu respirar.
Seu cheiro bom, no pescoço quero beijar.
Gosto do abraço por trás.
Gosto de deitar ao lado seu.
Amar te, gosto do seu convite, pra morar em você. Namorar te seus pés, meu pé é seu par.
Torço pra semana que passe pra que eu possa te ver.
Escondido mesmo. Planejado algo lindo. Pra vc ver que não se esquece aquilo que se gosta.
Chamemos de gostar já que antes eu que negava. Direito seu negar tbém agora. O amor que é tão quisto e tão explícito.
Continuemos no gosto verbo, gosto de estar em vc, de cantar mesmo em pensamento.
Vamos viajar, vamos dormir, vamos sonhar. Me deixe te banhar, vem mergulhar. Deixe me sentir o perfume do seu cabelo. Sei que gosta que eu beije suas costas. Acho tão íntimo a parte de dentro de suas cochas. O abraço de suas pernas. Seu mel, seu bel prazer.
Te dou o céu, a lua as estrelas, oque mais quiser. Te conheço.

Cansei...

-Oq foi? Você tá diferente.. Esta acontecendo alguma coisa?..
-NÃO só cansei. 👍🏻Um dia a gente cansa. Cansa de tudo um pouco. Cansa até de se cansar. E no meio dessa “canseira” toda,  resolve jogar pro ar. Liberdade maior não há!
A gente cansa das mesmas perguntas chatas. Cansa das cobranças, inclusive aquelas “berradas” em silêncio, que a gente sente só pelo olhar. A gente cansa de seguir script, de tentar agradar, de tentar se adequar.
Cansa dos amigos que não são tão amigos assim. Cansa de gente que só sabe sugar. Cansa de quem “não importa”, cansa de quem já importou e cansa até de quem “deveria” importar. A gente cansa, cansa sim. Cansa dessa mania de “boa vizinhança”, dessa diplomacia forçada, de toda essa hipocrisia fantasiada de boa educação.
um-dia-a-gente-cansa
E a gente cansa, cansa de muito mais. Cansa de se explicar, de se importar, de procurar, de aceitar, de tolerar… Cansa do “mais ou menos”, do que é morno, do que não faz o coração vibrar.
E quando a gente cansa, aí…

Pense nisso!!!

Bipolaridade

Transtorno Bipolar, com o Psiquiatra AdelmanAsevêdo FilhoAgitação, irritação, fala rápida, depressão, agressividade, euforia…De acordo com a Associação Brasileira de Transtorno Bipolar (ABTB), cerca de 4% da população mundial sofre de Transtorno Bipolar, em suas diferentes formas de apresentação. Ainda segundo a Associação, 60% dos casos da doença se manifesta antes dos 20 anos de idade. A seguir, o Psiquiatra Adelman Asevêdo Filho, esclarece pontos fundamentais sobre o assunto. Confira:Boa Vida Online – O que é Transtorno Bipolar?Dr. AdelmanAsevêdo Filho – Caracterizado por bruscas alterações de humor que oscilam entre episódios de depressão e de euforia (também denominado de mania), o Transtorno Bipolar é uma doença mental frequente e pode apresentar dois graus de intensidade. O tipo I é evidenciado por situações de extrema depressão alternando-se a muita euforia e atinge cerca de 1% da população geral. Já o quadro mais brando da doença, o Transtorno Bipolar do tipo II apresenta dep…

#Diferença de Angústia e Ansiedade.

Hoje vivemos num mundo de incertezas, e o nosso País está imerso numa crise política e econômica que preocupa a sociedade brasileira, trazendo mal-estar para todos nós. Esse cenário agitado colabora para aumentar a ansiedade (clima de apreensão exagerada em relação ao futuro) e a angústia (aflição relacionada ao presente).Angústia e ansiedade não estão desconectadas da vida social, pois são sensações momentâneas que têm diferenças e fazem parte do cotidiano do ser humano, atingindo ricos e pobres, jovens, idosos e crianças. Não temos como prever os acontecimentos que geram medo, mas podemos controlar e entender as nossas emoções.O medo é inerente à condição humana, pois temos medo do futuro, medo de perder e de fracassar. Mas quando o medo se transforma em angústia, tem sua origem nos traumas físicos e psíquicos, no meio ambiente social e familiar repressor que podem desencadear sensações de opressão permanente.A angústia torna-se patológica se com ela estiverem outros sintomas, como:…

ANSIEDADE

Esta estudante tirou fotos arrepiantes para mostrar como é sofrer de ansiedade
Conheça Katie Joy Crawford, uma estudante de fotografia de 23 anos que vive em Baton Rouge, Louisiana.